HISTÓRIA FAMILIAR

O restaurante

Fundado em 1993 num ambiente familiar com poucas mesas, o La Spezia é pioneiro na gastronomia italiana em Pomerode.

Desde 1997 funciona em uma antiga fábrica de cerâmica, imóvel que preserva o grande forno, além de exemplares de obras de arte produzidas nele.

 

O espaço, com capacidade para 110 pessoas, foi cuidadosamente adaptado, mantendo características originais da construção. Do lado de fora, um extenso jardim arborizado e florido recebe os visitantes.

Nossa família

_D3A5828.jpg

Sandra Carvalho (in memoriam) era curitibana, descendente de uma família de italianos de Trento que fincou raízes em Rio dos Cedros (SC).​ Era professora de contabilidade até 1993, quando decidiu abrir um restaurante na própria casa, em Pomerode. Após 26 anos, é uma referência no Vale do Itajaí.

Com formação em Alta Gastronomia e estágios em São Paulo, Itália e Alemanha, pesquisou tendências gastronômicas que transmitiu na série de aulas Cozinhando com Alma.​ Era mãe de três filhos, todos envolvidos com a área de gastronomia. 

Nos deixou em dezembro de 2020, depois de sete anos de uma batalha contra o câncer de mama. Foram os melhores sete anos da vida dela, dizia ela. Em cada mesa que passava deixava um pouco de si: o riso fácil, sua curiosidade e generosidade. Sandra morreu em casa ao lado dos familiares em 7 de dezembro de 2020.

 

Fernanda Ribas de Oliveira, a mais jovem, administra o La Spezia desde 2016. Jornalista de formação, cresceu entre as mesas do restaurante.

Teve​ o primeiro contato com o setor de hospitalidade em 2006, na Califórnia, durante intercâmbio em um hotel de luxo. Trabalhou com hotelaria e gastronomia no litoral de SC.

A curiosidade da jornalista trouxe ao La Spezia inspirações cosmopolitas observadas no Brasil e em países como Portugal, Estados Unidos, Alemanha, Itália e Uruguai.

1/18